Processo de Iniciação

Como coordenador do Ministério de Formação tenho percebido muitas dificuldades dos Grupos de Oração em aceitar a reconstrução das muralhas da RCC iniciada em 1992 e continuada em 2010 “Unidos pela Tua Palavra reconstruiremos as muralhas da RCC” (ENF 2010).

Tal dificuldade percebida pode ser pelo fato de não conhecerem como se chegou a esta proposta, como o Espírito Santo foi moldando-nos durante estes últimos 45 anos, outra justificativa para repudio talvez seja porque não foi proporcionado ainda evento parecido ao que o diácono Filipe  ensinava ao eunuco nos Atos dos Apóstolos.

Sim é mais difícil ser servo: acaso Pedro, João, Tiago, André,  Filipe, Bartolomeu, Tomé, Levi, Tiago menor, Judas Tadeu e Simão ficaram menos tempo no discipulado?

Vejo transformações já acontecendo em nossa Arquidiocese com este novo proc

esso de Iniciação, com pouco tempo sendo aplicado e os frutos de maturidade já podem ser avistados, afinal, “os frutos atestam a qualidade da árvore”.

Como vivemos ano passado a moção “Por causa da Tua Palavra lançarei as redes”, convido cada formador, cada coordenador de grupo de oração e cada servo a lançar mais uma vez a rede, mas desta vez como e onde Jesus pede, segue a comparação de ambas as formas de Iniciação, compare qual será mais oportuno para termos “APÓSTOLOS   DA EFUSÃO DO ESPÍRITO SANTO”

Processo de  iniciação como estávamos acostumados: –  1. Retiro de final de semana (Experiência de Oração como proposto no livro Batismo no Espírito Santo, Editora Santuário de 1994), a continuidade com “crescimento”,  prosseguindo o 2. Encontro de dons e finalizando com “Eis-me Aqui” – em aproximadamente 1 ano as pessoas estavam “servindo no Grupo de Oração”

O Processo de Iniciação proposto para reconstrução das muralhas: Querigma/Pregação: 1. Seminário de Vida no Espírito Santo, 2. Experiência de Oração, 3 Encontro de Dons, 4. Seminário de Batismo no Espírito Santo, como pilares sendo unidos com os Grupos de Perseverança ligando um Encontro ao outro. Depois deste momento os participantes decidem se desejam ser servos, com a confirmação iniciam a Catequese/Formação: 1. Identidade da RCC, 2. Carismas, 3. Grupo de Oração, 4. Encontro com Deus (Formação Humana I em forma de retiro), 5. Oração, 6. Santidade, 7. Encontro comigo mesmo (Formação Humana II em forma de retiro), 8. Liderança a serviço na RCC, 9. Igreja, 10. Encontro com os outros (Formação Humana III em forma de retiro), 11. Doutrina Social – aproximadamente 3 anos depois inicia a formação específica dos ministérios e o participante é introduzido na equipe de serviço.

Seja FAM de formação.

Por Marcelo Bernini

2 comentários em “Processo de Iniciação

  1. Meu irmão, o material de formação é excelente mas como podemos abaixa-los, por caridade nos ensine….

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s