Sacerdócio é “emprego” que traz mais felicidade nos EUA

Segundo revista Forbes, o sacerdócio é o “emprego” que traz mais felicidade nos Estados Unidos.

Este foi o resultado da Pesquisa Geral Social realizada pela National Organization for Research (Organização Nacional para a Pesquisa, em inglês) da Universidade de Chicago, nos Estados Unidos, e publicada recentemente pela revista Forbes.

A pesquisa foi feita com representantes norte-americanos de diversas profissões.

Após os sacerdotes, os profissionais que se declararam mais felizes com suas ocupações foram os bombeiros; os fisioterapeutas; os escritores; os instrutores de educação especial; os mestres; os artistas; os psicólogos; os agentes de serviço financeiro; e os engenheiros de operações.

No que se refere à felicidade sentida pelos clérigos em sua atividade, o resultado da pesquisa norte-americana não é uma novidade. Em uma enquete realizada recentemente junto a 2.500 sacerdotes, o decano associado no seminário e nos programas ministeriais da Universidade Católica da América, Monsenhor Stephen Rosseti, já havia chegado a esta conclusão. No estudo realizado pelo sacerdote, 92,4% dos sacerdotes declararam ser pessoas felizes.

Esta felicidade clerical contrasta quando comparada com a situação do restantes dos norte-americanos. Segunda outra pesquisa feita pelo National Opinion Center (Centro de Opinião Nacional, em inglês), mais de 50% dos americanos se sente infeliz com seu trabalho.

Confira: (http://www.forbes.com/sites/stevedenning/2011/09/12/the-ten-happiest-jobs/)

Fonte: www.verbonet.com.br

 

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s